Operação da PF cumpre mandados em Dias d’Ávila

A Polícia Federal iniciou a segunda fase da Operação Nocivum, para desarticular um grupo criminoso que fraudava benefícios previdenciários na Bahia. Nesta terça-feira (27), mandados estão sendo cumpridos na cidade de Dias d’Ávila, região metropolitana de Salvador.

A primeira fase foi deflagrada no dia 12 de março, quando dois mandados de busca foram cumpridos. Segundo a PF, essa nova fase foi iniciada a partir da análise do material apreendido na fase anterior. Nesses documentos, a polícia identificou a possível participação de outras pessoas nos crimes investigados.

A PF ainda não detalhou se os mandados a serem cumpridos em Dias d’Ávila são de busca e apreensão, mas informou que a investigação apura o “derrame” de documentos falsos na Agência da Previdência Social (APS) de Camaçari.

A Polícia Federal informou ainda que, esses documentos falsos eram usados para comprovar a exposição de trabalhadores a agentes nocivos à saúde, como ruídos, calor e produtos químicos. Com essa falsa comprovação, os criminosos conseguiam diminuição do tempo de serviço para obter a aposentadoria.

Com base nas investigações, o valor estimado do prejuízo com as fraudes passa de R$ 10 milhões, provenientes de 100 benefícios previdenciários suspeitos. Segundo a polícia, esses números podem aumentar, no decorrer das investigações e apreensões de novos documentos.

Os suspeitos vão responder por integrar associação criminosa, estelionato previdenciário, falsificação de documento público e uso de documento falso.