Vereadora Débora Regis protesta contra “demissão de servidores em Lauro de Freitas”

O município de Lauro de Freitas amanheceu nesta terça-feira (5) “em clima de tristeza e desolação por causa dos funcionários demitidos pela prefeita Moema Gramacho (PT)”, afirma a vereadora Débora Régis (PL).

Revoltados com a situação de desemprego em meio à pandemia da Covid-19, os servidores demitidos fizeram manifestação em frente à Secretária de Serviços Públicos, na manhã de hoje.

Segundo a vereadora Débora Regis, aproximadamente 10 mil mães e pais de família foram demitidos, de uma única vez, através dos decretos 4717 e 4718 publicados na edição do Diário Oficial do Município de 4 de janeiro de 2020.

“Foi um ato cruel, que tirou a sobrevivência de famílias humildes. Moema Gramacho não demitiu apenas pessoas de cargos dos cargos elevados, mas porteiros, auxiliares de limpeza e outros trabalhadores que recebiam salários baixos, único dinheiro que garantia a sobrevivência de seus filhos”, denunciou a vereadora.

Ela ainda lamentou o fato de que muitas dessas pessoas trabalhavam há mais de 20 anos na Prefeitura e estavam em fase de cumprir período para se aposentarem. A prefeita, segundo a vereadora, determinou a exoneração de todos os servidores ocupantes de cargos comissionados, funções gratificadas e terceirizados, a exceção dos servidores responsáveis pela administração e gerenciamento de unidades que atuam na prevenção e fiscalização da pandemia Covid-19.

*PL