Prefeitura de Casa Nova formaliza interesse em adquirir doses da Coronavac

O prefeito de Casa Nova, Wilker Torres (PSB), está entre os gestores que manifestaram interesse em adquirir doses da Coronavac. Desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac, a vacina contra a Covid-19 será produzida e distribuída no Brasil pelo Instituto Butantan, ligado ao governo de São Paulo.

Por isso, Torres encaminhou um ofício ao diretor-executivo do instituto, Dimas Covas, oficializando seu interesse em obter 35 mil doses do imunizante. No documento enviado na segunda-feira (4), o prefeito explicou que chegou a esse número “tendo por base a vacinação anual contra a influenza e considerando a necessidade de duas doses [da vacina contra a Covid]”.

“Esta segunda onda pode nos trazer mais infectados, mais doentes e exigir leitos de UTI que já estão faltando. Meu primeiro compromisso é com a população e como não há impedimento legal de aquisição, enviei esse ofício, espero uma resposta positiva e vou insistir na compra”, estima. Além dele, o prefeito de Salvador, Bruno Reis (DEM) está em conversas com o governo paulista para adquirir doses da Coronavac. Já os prefeitos de Amargosa e Itaberaba avançaram mais e já firmaram acordo para aquisição do imunizante quando ele for liberado para aplicação.

Torres ressalta que a gestão de Casa Nova está preparada para a vacinação, com estoques de agulhas e seringas e logística pronta para atender toda a cidade. “Se o Instituto Butantã atender nosso pedido, estamos preparados pra vacinar”, frisa. De acordo com o boletim divulgado nessa terça-feira (5) pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesab), o município possui 1.013 pessoas já diagnosticadas com a Covid-19 e mais dois casos aguardando validação da pasta municipal.

*BN