Boletim diário da Covid-19 em Dias d’Ávila

A Secretaria Municipal de Saúde, conforme responsabilidade sanitária e cuidados padrões preconizados pelo Ministério da Saúde, vem a público informar que no município de Dias d’Ávila até o dia 18/01/2021 às 18:00h, já registrou 4. 430 casos suspeitos do COVID-19, onde 2.412 casos foram descartados (resultado NEGATIVO), 136 casos estão em investigação e 1.882 casos são positivos, no qual, 1.810 já se encontram recuperados, 27 em isolamento domiciliar, 02 em internamento hospitalar e 43 óbitos.

Dia 18/01/2021, foram confirmados dois (2) novos casos com resultado positivo para COVID-19 em Dias d’Ávila – BA.

O primeiro caso é do sexo feminino, 37 anos, acessou o nosso serviço e realizou exame através de TESTE RÁPIDO.

O segundo caso é do sexo masculino, 25 anos, acessou o nosso serviço e realizou exame através de TESTE RÁPIDO.

Informamos ainda, que o sexo mais acometido foi o feminino, a faixa etária foi de 30 a 39 anos, representando. Os bairros com maiores números de casos positivos ativos (em isolamento domiciliar ou hospitalar) são: Bosque, Imbassay, Varginha, Concórdia, Centro, Entroncamento, Urbis, Genaro, Cristo Rei, respectivamente.

Solicitamos aos cidadãos diasdavilenses que em caso de sinais e sintomas de gripe entrem em contato com o serviço municipal da Vigilância Epidemiológica através dos Telefones:

(71) 3648-3622 (08h00 às 17:00h, segunda a sexta); (71) 9956-5688 (08:00 às 17:00, segunda a sexta).

Os profissionais de saúde estão preparados para prestar orientações e demais encaminhamentos frente às demandas que forem apresentadas. Manteremos a população atualizada quanto à situação epidemiológica do município, divulgando boletim informativo diariamente às 18 horas.

Seguem orientações: evitar locais com aglomerações, sair de casa apenas em caso de necessidade e fazendo uso de máscara, manter distanciamento social, assim como redobrar os cuidados com a higiene dos ambientes e das mãos utilizando água e sabão ou álcool em gel.

Todas as medidas de vigilância estão sendo adotadas utilizando protocolo e recomendações do Ministério da Saúde.

*Ascom